Cadastre-se no site

Primeira página

Seções

Profissões

Doenças

Condições

Cursos

Dicas

Vídeos

Redes Sociais

Cuidar de Idosos

Publicado em: 12/10/2008

A- A+

O cuidador de idosos

  •  Favoritos
  •  Assinar feed
  •  Receba por e-mail
  •  Link para este post
  •  Notificar erro
  • Enviar para amigo

  •  

A atenção à saúde da pessoa idosa exige conhecimento sobre as alterações decorrentes do processo de envelhecimento normal (senescência), e também sobre as doenças típicas dessa etapa do ciclo de vida (senilidade), assim como a compreensão de todo meio em que o idoso vive.

Durante o processo de envelhecimento, não existem limites rígidos, com determinantes cronológicos para cada etapa do envelhecer. A senescência dá lugar à senilidade, ou seja ao surgimento de doenças, de forma muito sutil. O cuidador é pessoa importantíssima nesta observação repassando para os profissionais toda e qualquer alteração, mudança de comportamento por mais simples que seja. Cabe aos profissionais avaliar ampla e profundamente todos os dados fornecidos.

O envelhecimento, quando acompanhado de limitações funcionais, exige cuidados em várias áreas, que precisam ser abordados por profissionais habilitados a reconhecer os distúrbios típicos das doenças ligadas ao envelhecimento, para garantir atendimento adequado.

“O Cuidador seja ele familiar ou profissional contratado, é peça fundamental na difícil tarefa de proporcionar um envelhecimento mais saudável e com menor comprometimento funcional.”

Entende-se por cuidador, pessoas que cuidam, a partir de objetivos estabelecidos, zelando pelo bem-estar, saúde, alimentação, higiene pessoal, educação, cultura, recreação da pessoa atendida. A atividade de cuidar de pessoas não é nova, sempre existiu e vem se desenvolvendo cada vez mais nos últimos tempos. A família passa a ser vista como “núcleo central” para o acolhimento e o cuidado de quem precisa de atenção. As estruturas familiares vêm sofrendo mudanças nas ultimas décadas, contudo algumas formas de organização e divisão de tarefas permanecem. A função de educar e cuidar, de um modo geral é delegada, historicamente à mulher, pelo seu papel natural de gerar, criar, nutrir e cuidar. Mudam-se os tempos rapidamente, mas as formas de pensar e agir em relação a família, a mulher e o cuidado ainda se conservam.

Na informalidade, dificilmente uma pessoa assume que é um cuidador, pois acha que cuidar de alguém que se ama não é uma tarefa, mas sim, algo natural. Ser um cuidador requer aprendizado e adaptação e todos nós somos um cuidador em potencial, no âmbito familiar.

O Cuidador seja ele familiar ou profissional contratado, é peça fundamental na difícil tarefa de proporcionar um envelhecimento mais saudável e com menor comprometimento funcional.

Apesar dos esforços despendidos para garantir uma velhice cada vez mais ativa e saudável, a maioria dos idosos experimenta alguma fragilidade nessa fase da vida, vindo a precisar de ajuda, de cuidadores. Embora legalmente esta “obrigação” seja dos filhos, cônjuge, familiares, isso nem sempre ocorre e ou é possível, face aos compromissos profissionais, familiares, sociais e até mesmo por vínculos afetivos inexistentes. A falta de compreensão das alterações, tanto orgânicas quanto psicológicas, sofridas pelo idoso, surge um ambiente de estresse. Hoje vivemos na era do cuidar, seja este em que sentido for. O cuidador seja mulher ou homem, familiar ou contratado, vizinho ou amigo, com formação escolar ou sem formação, é solicitado a desenvolver esta atividade, auxiliando “pessoas que necessitam de algum tipo de atenção especial como: idosos, pessoas portadoras de deficiência, crianças, doentes crônicos entre outros”, respeitando sua cultura e seus costumes.

A capacitação dos cuidadores de idosos tem papel fundamental quando se fala em promoção de saúde e ação preventiva, evitando-se internações e asilamento. O modelo de assistência à saúde, centrado em atitudes curativas, tende ao fracasso pois hoje se trabalha na prevenção de doenças, na diminuição de riscos à saúde e portanto na melhora da qualidade de vida do ser humano.O idoso bem conduzido por cuidadores capacitados conseguirá uma melhor evolução clínica e qualidade de vida, evitando-se as complicações e, conseqüentemente, reduzindo-se a demanda pelos serviços de saúde de um modo geral, especialmente as internações.

Cuidar é muito mais que um ato; cuidar é uma atitude. Requer conhecimento, responsabilidade mas também afetividade, de ser humano entre ser humano. Assim entendendo, o cuidador deve antes de tudo saber e querer se cuidar para então cuidar de um outro, um semelhante, mas não igual, que temporariamente está incapacitado funcionalmente. Só o trabalho, só o ato de zelar, não faz um cuidador. É necessária a união do trabalho com a disponibilidade e capacidade de ouvir o outro, sentindo-o, sem possui-lo, sem tirar-lhe sua autonomia e independência. O cuidado verdadeiro é um trabalho prazeroso, sem sofrimento. Cuidadores necessitam estar atentos à rotina do cuidado, para que as ações repetitivas, não engulam o prazer de cuidar, não diminuam o vinculo afetivo. O Cuidador de Idoso, deve estar capacitado para substituir o conceito de doença, pelo de incapacidade funcional, enfatizando os cuidados preventivos. Cuidado não é estático. Como a vida, e também o processo de envelhecimento, o cuidado é dinâmico e podemos pensar em um guia de condutas mas não um protocolo rígido, engessado, onde o cuidador tenha a segurança que só o realizar de determinada tarefa, garanta o cuidado necessário.

“Cuidar é muito mais que um ato; cuidar é uma atitude.”

Cuidar não é apenas zelar de um corpo físico mas observar a palavra não dita, expressa através deste corpo físico, muitas vezes, frágil, debilitado, outras vezes contido, desacostumado a manifestações afetivas. Um corpo físico que pela falta de espaço, por medo, se retrai, camuflando manifestações físicas e emocionais de grande importância e que podem mais tarde se manifestar em forma de doença. Estar atento é prevenção, é promover a saúde, a qualidade de vida.

Cuidador de idosos é uma profissão reconhecida e inserida na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego com o Código 5162-10 (Cuidador de pessoas idosas e dependentes e Cuidador de idosos institucional). Esta capacitação é também exigida aos profissionais que trabalham em Instituições de Longa Permanência para idosos.

Zulmira Elisa Vono

———————

NÃO VAMOS DEIXAR ESTE NATAL PASSAR EM BRANCO PARA OS NOSSOS IDOSOS DEPENDENTES!

VAMOS FAZER UMA GRANDE CORRENTE DE SOLIDARIEDADE E DE PARTICIPAÇÃO CIVIL, ELEGENDO O DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2008, COMO O DIA DO ESFORÇO BRASILEIRO PARA APOIAR O MANIFESTO DA CARTA DE PERNAMBUCO. QUEREMOS QUE TODOS OS NOSSOS LEITORES E SUAS FAMÍLIAS CONSIGAM TODAS AS ASSINATURAS QUE PUDEREM, NESTE DIA 20 DE DEZEMBRO!

Algumas idéias que podem ser realizadas:

  • Telefonar, mandar e-mails, conversar com todos os familiares e amigos solicitando acesso ao portal e fazendo a sua assinatura da CARTA DE PERNAMBUCO.
  • Contactar com as LAN-HOUSES de seu bairro, pedindo apoio e colocando um computador conectado para que todos os vizinhos possam fazer a assinatura gratuitamente!
  • Colocar anúncios gratuitos no jornal de sua cidade, nas rádios e na tv!
  • Colocar seu computador ou notebook em locais públicos, onde o acesso por banda larga wireless é possível (aeroportos, rodoviárias, shoppings, colégios, universidades…) e colocar faixas convidando a população para assinar eletronicamente o manifesto.
  • MANDE-NOS SUAS IDÉIAS TAMBÉM!

SOMENTE A PARTICIPAÇÃO E O APELO DE TODO UM GRANDE SEGMENTO DESTE NOSSO GRANDE PAÍS É QUE FARÁ NOSSOS GOVERNANTES ATENDEREM ESTA CARTA DE PERNAMBUCO, EM FAVOR DOS PORTADORES DE ALZHEIMER E DE SUAS FAMÍLIAS!

Dados pessoais
Envie seu artigo
 

cforms contact form by delicious:days

Mais Antigo

Avalie este artigo

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas 4 Voto(s)
Loading ... Loading ...

14 comentários em “O cuidador de idosos”

  1. Eliane disse:

    Preciso de cuidadoras para minha mãe e qdo digo o que tem que fazer elas aceitam a trabalhar, mas fala que não é serviço dela. A minha mãe não precisa de enfermeira e sim uma pessoa que dê banho e comida, pq minha mãe anda muito pouco e não é usuária de medicamentos.
    Por favor me oriente.
    quando contrato peço que faça as seguintes tarefas:
    - trocar fralda de minha mãe ( no mínimo 3 x ao dia)
    - dar banho todos os dias.
    - Ao trocar as fraldas dá chuveirada
    - cuidar da alimentação (café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar leve (leve é frutas, sopa, chá com biscoito …)
    - peço para manter o local onde elas e minha mãe usam sempre limpo e é aí que começa as nossas brigas, porque para manter o local limpo tem que varrer, passar pano com desinfetante, lavar o banheiro delas, cuidar da roupa de minha mãe (lavar e passar), fazer a comida delas (delas e de minha mãe), elas falam que não são empregada doméstica, não são cozinheiras, passadeiras, mesmo sendo somente roupas e comidas de minha mãe. E eu não as contratos pq não tenho como colocar 2 cuidadoras (24 por 24 h) e mais uma empregada doméstica para todo o serviço. Gostaria de saber quem está certa. Eu ou as cuidadoras??
    - também não querem fazer massagens corporal, principalmente nas pernas onde minha mãe tem mais dificuldades.Exercício nas mãos. Também falam que é serviço de psicoterapeuta. Eu não as contrato pq acho isso um abuso. Estou errada??? Elas ficam sentadas o dia todo cochilando sem ter o que fazer. Aguardo sua resposta o mais breve possível.
    Obrigada

  2. Caio Maffra disse:

    Me Candidato, a Cuidador Profissional De Idosos,tenho muita paciência e amor aos Idosos, com experiencia na areá, Primeiros Socorros, Aulas Praticas e Teóricas voltada para a Saúde do Idoso, Palestras voltada a Saúde do Idoso.. Sei fazer de tudo na areá de Cuidador… Quem se interessar, moro em Divinópolis-MG.
    Telefone: 37 88375232 – 37 99642278
    Com minha experiência, pretendo ajudar o idoso no seu dia-a-dia, auxiliando no cuidado à sua saúde.
    Obrigado…

  3. elisangela disse:

    quero entrar nessa profissao maravilhosa pois me julgo muito carinho e com muita pacinecia acima de tudo me chamo elisangela tenho 26 anos solteira sem filhos gostaria de ter essa oprtunidade meu email é:elisngelalopes@ymail.com ou 41 88624105

  4. Zulmira, adorei o artigo. Realmente ter atitude é o que esperamos de quem cuida. Um ato de amor, de despreendimento, muito mais que uma mera atividade de repetição. Entendo que o idoso é quem nos repassa seus aprendizados, suas experiências, tornando o cuidado uma troca. Obrigad pela sua contribuição. EnfªSimara Soares.

  5. Rosane Rodrigues disse:

    oi acabei de fazer o curso de cuidadora de idosos estou muito feliz,eu ja cuido da minha mae que tem mal de alzheimer a 3 anos fiz o curso pra ter mais um pouco de experiecia pois eu cuido dela sozinha e onde eu fiz o estagio me disseram que eu nao poderia ficar com ela porque posso ficar doente porque ja nao faço mais nada so cuido dela ela nao dorme a noite gostaria de saber se e possivel minhas irmas nunca pode me ajudar, mesmo assim com tantas difilculdades me sinto em paz cuidando da minha mae e feliz ela e tudo pra mim nunca teria coragem de coloca-la no azilio.

  6. Cara Geruza,
    Gostaria que explicasse melhor o tema proposto. Você terá de escrever um texto ou só ler sobre o tema proposto?

  7. geruza disse:

    Oi,eu estou fazendo um curso de cuidador de idosos aqui em juiz de fora pela Fundação de apoio ao HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFJF e tenho que fazer um trabalho e gostaria que vcs me ajudasse no assunto; SETE RAZÕES PARA NÃO VESTIR O PIJAMA esta é o assunto que gostaria que vcs me ajudasse muito obrigada. Meu nome Geruza CARLA e morro em juiz de fora

  8. Olá amigo! Eu gostaria de adicionar o seu RSS no meu Internet Explorer, mas não sei como fazer…podes me ajudar?

  9. Cattielly Alves Peres disse:

    Olá,
    Obs seu artigo, e gostei do contexto….mais bateu uma curiosidade, eu tenho 18 anos, tenho um carinho enorme com os idosos, vc acha que pela minha idade eu vou ter dificuldades pra ser uma acompanhante, (cuidador) de idosos?

  10. Gostei mto de seu site! Já assinei o seu RSS Feed! Continue com esse ótimo trabalho!

  11. Graça Oliveira disse:

    Oi Zulmira

    Sou capacitadora de Cuidador de Idoso com a disciplina Ética social e profissional,
    e gostei muito do seu artigo, está bastante esclarecedor.

    Parabens.

  12. MARIA CRISTINA DREHER LIMA disse:

    ACOMPANHO UMA SRA IDOSA A 4ANOS.jÁ A CONHEIA EM MINHA COMUNIDADE,POR ISSO QD FICOU DOENTE,FUI VISITÁ-LA.À PARTIR DAQUELE DIA,PASSEI A ACOMPANHA-LA EM TODOS OS EXAMES PRE -OPERATORIOS .SEU CORAÇÃO ESTAVA COMPROMETIDO.NO INICIO FIZ TUDO POR CARIDADE,POIS É UMA PESSOA SOZINHA.DEPOIS DEVIDO SUA BELEZA INTERIOR E SIMPLICIDADE ,CRIEI UM VINCULO AFETIVO.ELA ME CHAMA SUA FILHA DO CORAÇÃO. AGORA SUA SITUAÇÃO PIOROU .ESTA NUM PROCESSO DE ARTROESC.nÃO PODERIA MAIS SAIR SOZINHA,POIS JÁ LEVOU SÉRIO TOMBOS .SABE,AS PESSOAS DIZEM QUE A COLOQUE NUM ASILO.NÃO POSSO MATARIA ELA ANTES E A MIM TAMBÉM.E AFINAL NÃO E AGORA NO PIOR MOMENTO QUE VOU DEIXA-LA.ELA E POBRE,AJUDO-A NA MEDICAÇÃO.
    POR QUE É DIFICIL PARA MIM ACEITAR QUE UM DIA ELA PARTIRÁ?

  13. MARIA CRISTINA DREHER LIMA disse:

    ACOMPANHO UMA SRA IDOSA A 4ANOS.jÁ A CONHEIA EM MINHA COMUNIDADE,POR ISSO QD FICOU DOENTE,FUI VISITÁ-LA.À PARTIR DAQUELE DIA,PASSEI A ACOMPANHA-LA EM TODOS OS EXAMES PRE -OPERATORIOS .SEU CORAÇÃO ESTAVA COMPROMETIDO.NO INICIO FIZ TUDO POR CARIDADE,POIS É UMA PESSOA SOZINHA.DEPOIS DEVIDO SUA BELEZA INTERIOR E SIMPLICIDADE ,CRIEI UM VINCULO AFETIVO.ELA ME CHAMA SUA FILHA DO CORAÇÃO. AGORA SUA SITUAÇÃO PIOROU .ESTA NUM PROCESSO DE ARTROESC.nÃO PODERIA MAIS SAIR SOZINHA,POIS JÁ LEVOU SÉRIO TOMBOS .SABE,AS PESSOAS DIZEM QUE A COLOQUE NUM ASILO.NÃO POSSO MATARIA ELA ANTES E A MIM TAMBÉM.E AFINAL NÃO E AGORA NO PIOR MOMENTO QUE VOU DEIXA-LA.ELA E POBRE,AJUDO-A NA MEDICAÇÃO.
    POR QUE É DIFICIL PARA MIM ACEITAR QUE UM DIA ELA PARTIRÁ?

  14. Adriane Brasileiro Mazocoli Silva disse:

    oi Zulmira! tomara que um dia nos conhecamos pessoalmente! ( ai, nao tem cedilha no meu teclado hehe)
    querida, mto bom seu texto, e me chamou a atencao a questao sobre a profissao CUIDADOR DE IDOSOS… Sabe q eu nao tinha me ligado nisso? Sempre penso em Enfermeiras ou Técnicos de enfermagem para a funcao… Entao, como é a formacao – tempo, como é o curso, onde é dado, tempo dele, etc – desse profissional?
    Agora fiquei curiosa hein!! Beijos, parabéns, tudo de bom!
    Adriane

Quer adicionar uma foto no seu comentário?

Entre no site gravatar.com, crie uma conta e faça o upload da sua foto.

Comente

  • Nenhuma citação para este post.

Enquete

Você já baixou o aplicativo do livro SETE HISTÓRIAS DE ALZHEIMER? É GRÁTIS SOMENTE ESTA SEMANA!

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Mapa
© 2010 Cuidar de Idosos. Todos os direitos reservados. Reprodução sem permissão não é permitido.

© 2012 CUIDAR DE IDOSOS

Recomendamos também a leitura de: