Cadastre-se no site

Primeira página

Seções

Profissões

Doenças

Condições

Cursos

Dicas

Vídeos

Redes Sociais

Cuidar de Idosos

Publicado em: 30/06/2010

A- A+

Nutrição para o idoso dependente

  •  Favoritos
  •  Assinar feed
  •  Receba por e-mail
  •  Link para este post
  •  Notificar erro
  • Enviar para amigo

  •  
Nutrição para o idoso dependente Nutrição para o idoso dependente

Nutrição para o idoso dependente

“O prazer de uma boa mesa é de todas as idades, de todas as classes sociais, de todos os países e de todos os dias. Pode se associar à todos outros prazeres e se mantém como o último deles, para nos consolar da perda dos outros!”

A boa alimentação é uma preocupação também constante para a terceira idade, pois por uma série de fatores, que enumeramos a seguir, podem causar deficiências importantes para o organismo já envelhecido. São eles:

  • Problemas odontológicos: falta dos dentes, próteses velhas e mal-ajustadas, e doença da cavidade oral e das gengivas.
  • Problemas de deglutição: ou seja, para engolir, com dificuldade para engolir alimentos mais sólidos, devido à patologias da garganta e do esôfago.
  • Perda ou diminuição do paladar e do olfato (cheiro).
  • Problemas psico-geriátricos: principalmente, a depressão, a tristeza, o desânimo. a apatia e a solidão.
  • Uso de muitas medicações, que podem trazer muitos efeitos colaterais e perda de apetite, bem como problemas gástricos, como a azia e a gastrite.
  • Doenças comuns para o idoso, como os problemas cardíacos, os pulmonares, os gástricos, os neurológicos, que trazem também a perda do apetite como conseqüência.
  • Poder aquisitivo baixo, diga-se aposentadoria, onde há poucos recursos financeiros para propiciar uma boa e variada alimentação.
  • Não ter quem prepare as refeições, levando o idoso à preferir alimentos de mais fácil preparo e consumo, na maioria ricos em calorias e açúcar, pobres em vitaminas e proteínas.

Se o idoso tem bom apetite, não apresenta problemas para engolir, é independente na mesa, e alimenta-se bem e variadamente (carnes, ovos, leite, cereais, legumes, verduras, pães, sucos, frutas…), ótimo! Agora, se é um idoso dependente, que necessita de ajuda para comer, engasga com facilidade, mastiga com dificuldade, então a história muda. Lembrar sempre que ao instituir dieta pastosa, temos que variá-la ao máximo, para não causar desnutrição, principalmente de proteínas. Para tal, o quadro abaixo é uma ótima orientação:

DIETA PASTOSA RICA EM PROTEÍNAS ANIMAIS

  • MINGAU: enriquecer o leite com frutas liquidificadas ou amassadas, gema de ovo pré-cozida ou geleia de frutas
  • VITAMINAS: adicionar ao leite, farináceos à base de cereais integrais, com ou sem açúcar, sorvetes em massa, leite em pó.
  • CARNE: liqüidificador e adicionar em purês.
  • VEGETAIS FOLHOSOS: adicionar a purês de feculentos.
  • CEREAIS: preferir feculentos; preparações com milho (polentas, cremes) ou arroz em papa.
  • LEGUMINOSAS: amassar com garfo ou passar em peneira fina.
  • SOPAS: tipo cremes, preparadas em molho branco; à base de leguminosas liquidificadas, ou fubá com adição de carnes.
  • PÃES: de forma sem casca; adicionadas ao leite (papinha); doces ou roscas.
  • QUEIJOS: cremosos ou em pastas.
  • SOBREMESAS: pavês, mousses, pudins, arroz doce, curau, frutas cozidas ou em pasta.
  • LÍQUIDOS: leite ou iogurtes batidos com farináceos ou frutas; sucos de frutas e legumes com adição de farináceos.

Após as refeições, sempre fazer a higiene oral, escovando os dentes, lavando a prótese dentária, lavando a cavidade oral (boca), para não deixar restos de comida. O uso destas novas preparações de dentifrícios líquido pode ajudar muito. Se o paciente estiver acamado ou mais debilitado, o uso de água com bicarbonato, embebido em uma gaze e passada com os dedos do cuidador, na cavidade oral, pode também ser muito útil e preventivo. Observar se a prótese dentária está em bom estado de conservação, se não machuca ou se está folgada demais. As visitas periódicas ao dentista, sempre ajudam a prevenir uma série de doenças dos dentes e das gengivas.

Márcio Borges

Geriatra - marcioborges@cuidardeidosos.com.br

Avalie este artigo

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas 5 Voto(s)
Loading ... Loading ...

Mais Recente

6 comentários em “Nutrição para o idoso dependente”

  1. Minha mãe, no inicio de fev. adquiriu a herpes zoster no trigemio, e por ter 80 anos e já estava debilitada por duas fraturas na colunas por causa da osteoporose, está acamada desde então. está muito dificil alimenta-la pois sente dores, se não pela sequela da H.Z como das inumeras dores anteriores (artrite, osteo, reumatismo, etc).
    Então, além de soluções para sanar suas dores, também necessito desesperadamente fazer minha mãe se alimentar. pelas dicas estou no caminho.

  2. Maria Helena disse:

    Doutor Marcio Borges, voces são uns anjos, sempre com informações e orientações para nos ajudar, anticamente me sentia perdida em cuuidar de meu pai, hoje embora a doença vem evoluindo para o ultimo estagio da doença, venho aceitando mais a realidade e procurando dar-lhe amor e muito carinho até o final, embora sinta ainda meu coração pequenininho com o sentimento de perde-lo a cada momento, mas acredito que depois de tanta informação venho aceitando melhor, agora estou colocando nos liquidos, agua, cha, sucos….gelatina incolor, pois ja não consegue engolir seu alimento vem sendo pastoso e peneirado, agora irei seguir a listinha que colocaram, ele é avccevado, diabetico….
    bjos em seu coração e obrigada

  3. Andrey disse:

    Oi, trabalho a 4anos cuidando de um senhor de 74 anos não tenho ferias e agora a esposa do senhor quer assinar minha carteira de trabalho. Não vou assinar pois ai perco meus direitos trabalhistas . Quero uma luz me ajudem por favor. Já estou com stress pois ele é parksoniano mais sua espousa não conhece os efeitos da doença

  4. Kelly Teixeira disse:

    Em primeiro lugar, boa tarde ! Sou enfermeira e gostei muito da matéria abordada! Aproveito para informar que estou a disposição de familiares que queiram um acompanhamento de enfermagem para seus parentes idosos.
    meu e-mail: kel_regina@yahoo.com.br

  5. Roselia maria da silva disse:

    Amo site. Parabens,pela materia.Minha mãe esta acamada e as informaçoes de vcs tem me ajudado muito.Obrigado a todos,por favor continue nos ajudando.

  6. CLAUDIA MARCATO disse:

    Achei a matéria interessante e de grande valia, principalmente, no que diz respeito à nutrição. As pessoas estigmatizaram preconceituosamente que, por ser “velho”, não precisa alimentar-se de alimentos saborosos, coloridos, cheirosos, serem nutritivos é o suficiente. Penso que a informação está tão completa que deveria chegar insistentemente à população.
    Quanto aos cuidados, falta da visita periódica da fonoaudióloga que se avaliada com seriedade ajuda muito na deglutição.
    Parabéns pela conduta e iniciativa.

Quer adicionar uma foto no seu comentário?

Entre no site gravatar.com, crie uma conta e faça o upload da sua foto.

Comente

  • Nenhuma citação para este post.

Enquete

Você já baixou o aplicativo do livro SETE HISTÓRIAS DE ALZHEIMER? É GRÁTIS SOMENTE ESTA SEMANA!

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Mapa
© 2010 Cuidar de Idosos. Todos os direitos reservados. Reprodução sem permissão não é permitido.

© 2012 CUIDAR DE IDOSOS

Recomendamos também a leitura de: